Carregando...

“ Curitiba ainda transmite que estar aqui é um “jeito de ser” ” diz José Álvaro da Silva Carneiro

Postado em

 

Curitiba, 06 de Julho de 2018

 

Curitiba ainda transmite que estar aqui é um “jeito de ser”.

Nasci e cresci em um ambiente muito único, pois as casas de meus pais e tios tinham muitas referências de nossa Curitiba do passado, como livros, gravuras, mapas, desenhos e aquarelas. Ao mesmo tempo e desde menino, as circunstâncias fizeram com que eu viajasse muito, porém, sempre voltando para o ambiente curitibano lá do início dos anos cinquenta. Isto numa Avenida Visconde de Guarapuava ainda sem prédios, em que a torre da Igreja de Santa Terezinha se destacava pela altitude. Ótimas lembranças! Até hoje continuo viajando muito e nossa cidade é a âncora multitemporal da minha percepção de mundo.

Aos poucos desenvolvi forte identificação com a nossa paisagem urbana e natural, me maravilhando com os campos e capões, com as imbuias e araucárias, com o perfil das montanhas no horizonte, com nossos rios e suas cachoeiras. E dá-lhe “bater perna” pelo mundo e depois voltar e ir percebendo a cidade crescendo, engolindo nesta expansão toda a natureza ao redor e inovando e convivendo e acolhendo paranaenses do interior, brasileiros de outros Estados e ainda estrangeiros vindos de todos os lugares do planeta.

Hoje, gigante, Curitiba ainda transmite que estar aqui é um “jeito de ser”.

A miscelânea de raças e origens se adapta a este ambiente que fomos construindo ao longo do tempo. O meio impõe um padrão cultural especial, pois está correlacionado às influências europeias que aqui se fundiram e se abrasileiraram.    

Sou grato a esta formação de identidade, única e multifacetária, que me permite exercer influência em minha família e participação na vida comunitária, nas duas áreas que considero como as mais complexas que enfrentamos neste século: buscar a diminuição das desigualdades e trabalhar em busca de equilíbrio ambiental.

Como bom produto local que preza por um espírito crítico e exigente, eu aprendi que mais importante que falar é construir e demonstrar resultados objetivos. Tenho o privilégio de compartilhar este sonho de equidade e responsabilidade socioambiental com fantástica equipe de “curitibanos” provenientes de diversos outros lugares.

Trabalhamos no Complexo Pequeno Príncipe, organização do terceiro setor (uma ONG sem fins lucrativos), que é patrimônio de Curitiba e uma história brasileira e universal já com 99 anos, escrita por muitas mãos.

Temos orgulho de nosso passado e trabalhamos duro na construção do futuro.

Feito bons curitibanos.

Autor:

 José Álvaro da Silva Carneiro

Diretor Corporativo do Complexo Pequeno Príncipe

É membro do Instituto Histórico e Geográfico do Paraná. Escritor com ´vários temas lançados.

Enviar por e-mail