Carregando...

“A saga de um curitibano”, escreve Ney Machado

Postado em

Nasci em Curitiba, onde me criei. Tive uma infância feliz. Cursei por onze anos o Colégio Santa Maria. Na pintura fui aluno de Guido Viaro, dos seis aos oito anos no subsolo da Biblioteca Pública. Para o vestibular me preparei no Cursinho Dom Bosco. Cursei Engenharia Civil (opção Hidráulica), na Universidade Federal do Paraná.

Fui preparado para construir Barragens Hidráulicas, tipo Itaipu, Salto Osório, Salto Segredo, Foz do Areia e tantas outras. Mas quatro dias depois de formado fiz o exame para o eventual ingresso na Petrobras. Eram mil e tantos candidatos no Brasil para 25 vagas que iriam fazer o Curso de Engenharia de Petróleo, na Universidade da Petrobras. Passaram oito paulistas vindos de excelentes Universidades, sendo quatro do ITA, e mais quatro de grandes Universidades paulistas.
Os demais vieram de Universidades Federais de diversos Estados do Brasil, como eu.

A partir daí fiz o Curso de Especialização de Engenharia de Petróleo 1973, em Salvador na Bahia, na Universidade da Petrobras. Trabalhei diversos anos na Completação, Restauração e Estimulação de Poços de Petróleo. Escrevi muitos Manuais sobre diversas técnicas de minha área no Petróleo. À época, todo o material técnico era em inglês, daí eu ter investido meu tempo em colocar em português as áreas que eu dominava. Não traduzia, escrevia meus próprios Manuais.

Depois de alguns de alguns anos, deixei a área operacional, e fui transferido para o Rio de Janeiro, para projetar campos de petróleo marítimos. De lá, em um ano fui convidado para voltar à Bahia como professor da Universidade de Petrobras. A partir daí fiz Mestrado em Engª de Petróleo na Colorado School of Mines, E.U.A., de Agosto de 1979 a Janeiro de 1981.

Voltando dos Estados Unidos, nossa equipe de professores da Universidade da Petrobras, todos Mestres e Doutores, em cerca de dez anos formou mais de mil e duzentos Engenheiros e Químicos de Petróleo. Foi um tempo de muito trabalho, que me deixou realizado. Como tínhamos formado uma equipe grande de Engºs e Químicos de Petróleo cerca de uns 2.000, a Cia decidiu colocar esse curso para “hibernar”, e anos mais tarde retornar com ele, formando mais engºs de petróleo, o que de fato aconteceu. Foi aí, em julho de 1987 que voltei à minha querida Curitiba, trabalhando na Refinaria Getúlio Vargas (REPAR) numa área que me agrada particularmente: Planejamento e Gestão.

Depois de ter atuado em regiões bastante quentes (nordeste, sertão da Bahia, no Rio de Janeiro, costas brasileiras, como por exemplo a Bacia de Campos), volto a Curitiba, com seu clima mais para frio do que quente, como se diz “as quatro estações do ano em um único dia”. A cidade em quinze anos havia crescido, se expandiu de uma forma incrível. Cresceu. Modernizou-se incrivelmente… Curitiba, minha terra natal….

Aí na área de Planejamento e Gestão da Refinaria do Paraná, REPAR, trabalhei mais vinte e cinco anos na Petrobras. Completei aí quarenta anos de trabalho na Companhia. Como membro da equipe ou como Gerente de Planejamento e Gestão, trouxemos dezenas de prêmios nessa área para a Refinaria do
Paraná (REPAR).

O reencontro com Curitiba, com a família, com os amigos de longa data, a frequência aos grandes Clubes me trouxe muita alegria e satisfação. Curitiba, agora era uma metrópole grande, com dezenas de shopping centers, excelentes restaurantes, Universidades as mais diversas, as idas à praia de Caiobá, quase todo ano voltando ao Rio de Janeiro, o Debut de Fernanda, minha filha, no Graciosa Country Clube … assim, recuperei a vida social…Fazendo novos amigos, revendo antigos, voltando a frequentar os Clubes, Curitibano e Graciosa, Bailes, Festas, Esportes como a natação, ginástica e sauna.

Ao completar quarenta anos de trabalho na Petrobras e sessenta e três de idade, me aposentei da Companhia, para poder curtir mais a vida em Curitiba, as amizades, novas e antigas. Foi uma festa quando começamos a reencontrar os antigos companheiros da Faculdade de Engenharia do Paraná, à medida em que estamos nos aproximando dos cinquenta anos de formatura em Engª, bem como do colégio Santa Maria, e alguns dos antigos professores Maristas. Também os amigos da vida
social, coisa que o petróleo me havia tirado.

Na Petrobras, onde exerci por 15 anos a carreira de Engº de operações especiais, executando projetos de poços de petróleo, comandando sondas e navios sonda em terra e no mar, escrevendo manuais em português sobre esses temas, ministrando aulas na Universidade da Petrobras. No retorno a Curitiba passei para a área de Planejamento e Gestão, onde por 25 anos procuramos trazer para a Repar todos os prêmios nessa área. No mestrado fiz cursos nessa área de Gestão, Quando em 2013 completei 40 anos de Petrobras, me aposentei na Companhia, e pude me dedicar mais à pintura e à poesia.

Mas Curitiba foi a base de todo esse crescimento. Me proporcionou uma excelente infância e formação, parte da vida profissional na Companhia, e agora após a vida de trabalho, agora esporte e alegrias e
descontração!

 

Ney Machado

Engenheiro de águas profundas-Artista plástico e poeta

Enviar por e-mail