Carregando...

“Curitiba de muitas histórias!”, conta Waltraud Sekula

Postado em

Sou natural de Ponta Grossa-PR. Vim para Curitiba após ter me formado em Farmácia e Bioquímica pela UEPG. Aqui estagiei, me especializei, e exerci a profissão dedicada mais à área de Hematologia em Laboratório Clínico e também como responsável técnica em Farmácia.

Em paralelo me dedicava ao então hobby de desenho e pintura que exercia desde a infância. Aos 27 anos participei de um Salão de Artes em Curitiba no qual fui premiada e então descoberta por um marchand. Nascia aí a minha segunda carreira profissional: a de artista plástica.

Como pesquisadora nata, ampliei meu leque de conhecimento dentro das duas tão distintas profissões. Digo com tranquilidade que ambas me realizaram. Da primeira, como Farmacêutica Bioquímica, já estou aposentada.

Nas artes, que ainda exerço, me dediquei ao desenho com lápis grafite e de cor, bico de pena (nanquim), e à pintura em acrílico aquarelado e mais à pintura em aquarela que é a técnica de minha preferência.

Curitiba, “terra das oportunidades”, minha segunda casa. Aqui casei, constitui família e desenvolvi minhas profissões.

Inquieta estive e estou sempre envolvida em novos projetos, pesquisando sobre a arte e a cultura, sobre política cultural. Já escrevi e desenvolvi cerca de 50 projetos de arte, com a edição de três livros. Junto a outros profissionais da arte e cultura fundamos em 1997 um Fórum das Entidades Culturais para discussão de política cultural.  Trabalhamos com as Leis de Incentivo a Cultura do município de Curitiba, do Estado e do País.  Presidi por três gestões a APAP-PR (Associação Profissional dos Artistas Plástico do Paraná), sou Acadêmica da ACCUR (Academia de Cultura de Curitiba), e muito mais. Ministrei cursos, palestras, oficinas, debates, presidi fóruns, participei do júri de inúmeros salões de arte, realizei curadorias, escrevi apresentações e textos, sempre dentro da área artístico cultural. Do meu currículo constam mais de 400 exposições de arte no Brasil e exterior, obras em 24 países, inúmeras premiações. Tenho plena consciência de que grande parte disso se deve ao fato de residir nessa cidade modelo.

Não posso deixar de reforçar alguns pontos admiráveis de Curitiba. Além das oportunidades de uma cidade grande ela nos oferece qualidade de vida, muita área verde, muita história de passado e caminhos indicativos de futuro.  Uma cidade com perfil europeu, mas miscigenada aonde temos muitas etnias andando juntas na mesma calçada da vida.  Aonde a fé se faz livre, e vai permeando os nossos caminhos. 

É uma cidade aonde se percebe o classicismo e o modernismo se complementando. Tomo aqui como exemplo a Praça Santos Andrade onde de um lado vemos a construção imponente neoclássica da Universidade Federal do Paraná e do outro lado da praça a lindíssima edificação modernista do Teatro Guaíra, nos brindando exatamente com essa ideia de uma cidade com história sem estar estagnada no tempo.

Curitiba de sonhos e realizações, de estímulos, de profissionalismo e lirismo. Vejo em Curitiba a chance da complementação do ser humano na sua essência, do seu corpo se desenvolvendo sem esquecer a sua alma se ampliando.  Vivo em Curitiba, meus filhos e netos nasceram aqui, e aqui finquei minhas raízes. Faço parte dessa história com a minha história de vida!

 Aqui é o meu lar!

 

 

Waltraud dedica-se a aquarela, desenho, bico de pena e acrílico ministrando palestras e oficinas de desenho sobre os temas. Obras em 24 países. 23 individuais, 12 Salões de Arte com várias premiações, 8 Salas “Hours Concours”. Presidiu a APAP-PR (Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná) por 3 gestões. Ajudou a fundar o FEC – PR (Fórum das Entidades Culturais – Curitiba – PR. Auxiliou no estudo e elaboração de Programas para a Arte e Cultura.  Leis de Incentivo a Cultura de Curitiba – LMIC e do Paraná, colaborando para o PNC – Plano Nacional de Cultura. 

 

Enviar por e-mail