Carregando...

Luiz Carlos Caíto Quintana

Postado em

As atuações de Luiz Carlos Çaíto Quintana têm sido dedicadas, desde a primeira eleição a que concorreu, ao desempenho do mandato que o povo lhe confiou. Atualmen­te, como vice-presidente da Assembleia Legislativa, está fazendo a revisão da Constituição do Estado do Paraná, o novo Regimento Interno da Assembleia Legislativa e um Código de Ética Parlamentar para o Legislativo. Em sua vida politica, já desempenhou vários cargos que, pela sua competência administrativa, o levaram a destacar-se como um homem de ampla visão, característica dos bem-sucedidos.

 

Formado pela Faculdade de Ciências Jurídicas de Santo Ângelo, Rio Grande do Sul, Caíto já trabalhou como tabelião de Planalto, município paranaense no qual exerceu sua primeira função pública, como vereador. Suas atividades incluíram a presidência da Câmara Municipal e, em 1982, a eleição para deputado estadual. Foi líder do governo e da bancada do PMDB em 1985, função que exerceu por mais duas vezes ao longo de seu percurso político, e foi reeleito deputado estadual por três vezes consecutivas, de 1986 a 1994. Relator da Constituinte Estadual em 1989, atuou ainda como chefe da Casa Civil do Governo do Estado, em 1991.

Numa sucessão de cargos de destaque e de grande relevância para a nação, foi presidente da CPI dos Bingos e presidente da Comissão Estadual do Mercosul, em 1997.

Editou as obras “Querem Afogar o Paraná”, um levantamento-denúncia sobre hidrelétricas construídas em solo paranaense; “Negociar é Preciso”, um pronunciamento sobre a dívida externa brasileira; “Ferrovia da Produção”, dossiê de estudos sobre a viabilidade econômica da estrada de ferro ligando o Paraná, Mato Grosso e Rondônia com o Paraguai e a Argentina e o livro “Informações Úteis sobre o Mercosul”.

Recebeu dezenas de homenagens, entre medalhas, troféus, títulos e condecorações.

Foi-lhe outorgado o título de Capitão Honorário dos municípios de Planalto, Capanema, Capitão Leônidas Marques, Pranchita, Realeza, Santo Antônio do Sudoeste, Salgado Filho, Renascença e Santa Lúcia.

Também foi prestigiado com o Troféu Imprensa do Paraná, concedido pela Federa­ção Nacional dos Jornalistas Profissionais; com a Medalha Ouro de Honra ao Mérito, concedida pelo Conselho Superior do Ministério Público e com o Título Benemérito do CTG Charreteando a Saudade, de Pato Branco.

 

CAÍTO

 

Natural de Santo Augusto, Rio Grande do Sul, sou casado com Lindomar Solange Stadler Quintana.

Meu lado pessoal é discreto e familiar.

Aprendi que a vida reflete, a cada novo dia, a ocorrência das ações do dia que se findou.

Dos caminhos que percorri, não sei se posso falar em sucesso. O que entendo é que, para quem iniciou como vereador na cidade de Planalto, posso servir como exemplo a inúmeros políticos do interior, mostrando que é possível galgar funções públicas em qualquer esfera de poder, desde que haja dedicação e perseverança.

A atividade profissional ou principal não deve interferir na vida particular ou familiar, sob pena de haver fracasso em uma delas. Entretanto, é necessário que haja compreensão e apoio da família para que se possa bem desenvolvei: as atividades profissionais e isso nunca me faltou.

Nos fins de semana, geralmente visito os municípios de minha região eleitoral.

Ideais nunca são alcançados na totalidade. A conquista de um ideal é o início da luta por outro.

Para o mundo: Busquemos a paz e teremos um mundo melhor.

Para mim, no futuro: Crer que as coisas são factíveis, só dependem de você mesmo.

 

Assembleia Legislativa

Térreo – gabinete 08

80530-911   Curitiba – PR

(41) 350-4000

Enviar por e-mail