Carregando...

Tânia Leal Guerino

Postado em

“A palheta de Tânia Leal não contém certamente cores puras, mas intensas, com predominância as tonalidades quentes. As largas pinceladas e os traços firmes tomam figuras quase simbólicas com uma forte tendência para o abstrato, unindo-se à paixão transmitida pelas cores”. Essas palavras foram pronunciadas pelo Monsenhor Giangulio Radivo, crítico de arte da UCAI União Católica de Artistas Italianos de Roma (Itália), durante a presença da artista plástica na XI Presentazione di Artisti Brasiliani La Pigna Centro Artístico Culturale Palazzo dei Vicariato, em maio de 2000. Na exposição, Tânia deixou sua marca com uma obra que foi integrada ao acervo do palácio.

 

De caráter intimista, a força feminina ganha lugar de destaque em suas obras. Mulher guerreira, Tânia revela estar passando por um momento de transição no mundo das artes. São pinceladas de uma vida dedicada à pintura e à valorização da mulher, sempre retratada com a sensibilidade e o talento que correm nas veias dessa artista plástica e que a impulsionam para seguir seu caminho com seu magnetismo e ideal.

Com intensa paixão por tudo que fosse artístico, Tânia Leal começou a descobrir o dom pela pintura com apenas 9 anos de idade. Na infância, desenhar e pintar eram sua realização. Já na escola, era frequente desenhar as capas dos trabalhos de sua turma. Vivendo numa eterna evolução, foi na adolescência que o desejo de ser artista plástica aflorou, junto com a ansiedade e as descobertas dessa nova fase de vida.

Tânia nasceu em Londrina, no norte do Paraná, e foi em 1977 que conquistou o diploma de Artes Plásticas, na Universidade para o Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina – UDESC. Esse ano foi marcante na vida da artista, que rompeu seus medos e desafios e iniciou sua carreira artística.

Após alguns anos pintando em aquarela, Tânia foi descoberta pela experiente pintora e sua amiga Maria de Lourdes Hakin, que a impulsionou para descobrir novas técnicas, ou seja, dar suas sensíveis e fortes pinceladas, utilizando tinta a óleo. Atualmente, ela trabalha com acrílico.

Fazendo da arte uma prioridade, Tânia frequentou vários cursos que lhe propiciaram evolução e experiência. Desenvolveu aquarela com Eliane Tassi Araújo, depois, técnicas com os mestres Ubirajara Ribeiro, Paulo Skroch e Érico da Silva.

Atualmente, Tânia acredita estar vivendo uma fase mais solta na arte, sem as perfeições que vêm do estilo acadêmico. Hoje, é no estilo moderno que ela tem concentrado suas energias e seu talento. A artista frequenta o Centro de Artes Plásticas de Rosa Bruinjé, em Pinhais. É o aprimoramento do figurativo, agora com incursões no moderno. São verdadeiras interferências que retratam seu estilo próprio. Tânia já participou de exposições coletivas e individuais no Brasil e no exterior.

Para ela, o resultado final de seus quadros é a plena satisfação de quem se dedica de corpo e alma às artes. “A arte faz bem ao coração, à alma e, através de um simples olhar, a felicidade toma conta de seu ser, sem importar quem a tenha produzido. É um documento, uma mensagem que ficará eternizada em nossa mente”.

 

TÂNIA

 

Tenho um objetivo e vou alcançá-lo, ou seja, é pintar cada vez melhor, é a busca incessante pela perfeição, porque sou literalmente apaixonada pelo que faço.

O isolamento faz parte da concepção de minhas obras. Quando se está pintando, não se sente o tempo passar, você esquece os problemas que nos inquietam, é a melhor terapia.

Sou muito batalhadora e não deixo passar as oportunidades que estão surgindo em minha vida. Meu trabalho é prioridade, por isso me dedico com afinco, com amor. Meus pincéis e minhas tintas são meus companheiros diários e revelam minhas ideias e minhas angústias.

Já participei de várias exposições no Brasil e no exterior. Agora, minha concentração está voltada para a mostra em Washington, em outubro de 2001.

Em minhas obras, destaco a mulher, a força feminina. Sabemos que a mulher sempre foi reprimida, sem direitos, tanto em casa como no trabalho. Por isso a defendo, não que seja feminista de carteirinha, mas acredito no poder da mulher e torço para que vença em todas as áreas.

Toda pessoa possui um lado místico, suas crenças, virtudes e defeitos.

Estamos aqui para cumprir nossa tarefa, por isso temos que realizá-la com prazer, sempre fazendo o melhor possível.

Mensagem para mim mesma: Não desanimar nunca é a palavra de ordem em minha vida. Às vezes, planejamos um futuro brilhante, mas os obstáculos acabam por interferir. Minha energia, minha perseverança sempre superam as “pedrinhas” e os inoportunos.

Minha energia vem da própria tranquilidade, de uma força interior que supera meus momentos de desânimo e de insatisfação e vem, principalmente, de Deus, da família, do apoio de meu marido, do amor que tenho pelas minhas filhas, da amizade e da harmonia existente entre nós. Acredito que a base do ser humano é a família. Meus pais são exemplos de vida, de dignidade, de união. Dedico aos meus familiares todas as minhas conquistas.

 

Tânia Leal Guerino

Rua Professor Lindolfo da Rocha Pombo, 366

 Jardim Social ~ 82520-580

(041) 262-0770

Curitiba ~ PR

Enviar por e-mail