Carregando...

Carla Mocelin

Postado em

Aos 19 anos formou-se em Pedagogia, curso que escolheu com objetivo de tornar realidade o sonho de montar seu próprio jardim de infância, porém um ano antes de terminar o curso, sua vida tomou outro rumo. Foi solicitada à trabalhar na empresa familiar Ouro Fino. Começou atendendo pedidos, cuidando do caixa, passando por todos os setores. Por volta de 1983, após o lançamento do garrafão de 20 litros, na época uma grande novidade, Carla se afastou da empresa por três anos para acompanhar de perto a infância de suas filhas Carolina e Maria Eduarda. Quando voltou à Ouro Fino, fez um curso de pós-graduação em finanças e assumiu a área financeira da empresa e hoje, Carla Mocelin é quem está a frente da Ouro Fino atendendo a direção e as finanças da empresa, que é a 2ª fonte de água mineral do Brasil em vendas, e em grupo está em terceiro lugar; esperando este ano atingir a meta de 100 milhões de litros em vendas.

 

A empresa tem sido no decorrer dos anos, homenageada pela qualidade de seus serviços. Este ano no mês de abril a Ouro fino ganhou o prêmio da Embo News com a embalagem de 6 litros.

Carla vem se mostrando uma grande empresária, fala com muito entusiasmo da moderna fábrica que construíram nestes últimos anos e do lançamento da nova embalagem “Pet” que teve um grande investimento com maquinários importados. Esta nova embalagem, a qual se refere é “ecologicamente correta” por ser reciclável e compactável, ocupando menor espaço no lixo.

As maiores vendas são do garrafão de 20 litros, mas houve uma aceitação muito grande da embalagem de 6 litros, devido ao seu design bem arrojado.

Estar sempre melhorando a qualidade é o lema da empresa. Ela considera de grande importância, além do constante investimento nas embalagens, o investimento e o incentivo aos funcionários. Este ano todas as atenções estão voltadas para dentro da empresa. Um exemplo disso é o projeto “Estoque Diferença Zero” que foi elaborado para um melhor desempenho de seus funcionários com reuniões quinzenais visando mais o lado humano. A aceitação está sendo bastante grande. Os funcionários ganharam refeitório novo, sala de TV e sala de exercícios. Mais um projeto foi destacado “Ouro Fino Qualidade Total’, não sendo ainda para uma ISO e sim um primeiro passo para os 5 S’s.

Carla ressalta a importância do lado humano, porque o funcionário que trabalha satisfeito e valorizado trabalha melhor merecendo algo em troca. Devido a esta troca o outro projeto da Ouro Fino é o Educate, direcionado aos que não tem o primário, primeiro e segundo grau. Para ela, isso faz com que eles cresçam o lado pessoal e profissional. Em Curitiba são nove que estão fazendo o primeiro grau e quatro o segundo grau e na Fonte, 74 aderiram a este projeto, que conta com uma professora que vai até empresa à noite quando acontecem as aulas.

Sobre o Parque Ecológico Ouro Fino, Carla fala dele como o jardim da casa de sua avó. O Parque é aberto ao público todos os dias com exceção das segundas-feiras. Os ingressos podem ser adquiridos com antecedência em Curitiba, visando filas desnecessárias, ou direto no parque, com acréscimo de R$ l ,00. Os visitantes podem usufruir do belo local, fazer churrasco, tomar banho de piscina. Eles atingem a média de 30 mil visitantes por ano, por isso há também um cuidado todo especial quanto a limpeza e a organização a cargo de uma equipe consciente e eficiente.

A dedicação e o amor pela Ouro Fino, faz com que Carla trabalhe sempre feliz. Tudo tem que ser feito como primeiro mundo.

Uma homenagem que a Ouro Fino está fazendo ao Brasil, é o rótulo dos “5OO Anos”,’ no garrafão de 20 litros. Sendo está uma forma de fazer parte também dos acontecimentos da época.

Sobre a falta de água que todos comentam que irá acontecer no século XXI, Carla esclarece que não faltará água, mas sim água potável. Diz ser essencial a conscientização das pessoas sobre a importância da água mineral natural que obedece rígidos critérios para chegar mais pura possível ao consumidor.

 

CARLA

 

Uma coisa muito importante que aprendi foi dividir os meus horários, porque quando eu tinha 20 anos, achava que deveria trabalhar muito e que se eu não fizesse então ninguém o faria. Hoje, com mais maturidade percebo que os horários podem ser bem divididos dando tempo para se fazer tudo.

Normalmente não trabalho nos finais de semana. Sábados saio para dançar, passear. Aos domingos, costumo almoçar fora ou ir ao clube.

Na temporada de praia, gosto muito de ir para Caiobá, mas normalmente passo apenas os finais de semana.

Tenho uma personal trainere faço exercícios três vezes por semana. Sou fascinada por esportes de competição, e atualmente voltei a dedicar-me à natação.

Para mim, acho primordial estar mais atenta à minha qualidade de vida, dividir melhor o meu tempo e as minhas obrigações e sempre gostar muito de mim. Ajudar as pessoas e vê-las melhorando e evoluindo.

Para as pessoas, eu diria: nunca deixem de se preocupar com o crescimento constante e com a autorrealização, tentando sempre fazer melhor e jamais deixar de amar a natureza.

Empresa de Águas Ouro Fino

 Silva Jardim 167 – 80030-000

Curitiba – PR

 carla@aguaourofino.com.br

Enviar por e-mail