Carregando...
array(1) { [0]=> int(165) }
Jaime Lerner

“Minha relação com esta cidade começou na Barão”, conta Jaime Lerner

Francisco Souto Neto

“Não sou, nunca fui bairrista”, diz Francisco Souto Neto

José Macedo Neto

” Curitiba! Como você é bonita”, afirma José Macedo Neto

Túlio Vargas

” Ah! Curitiba, parece que hoje estás diferente”, relata Túlio Vargas

“Eras, uma senhora burguesa”, comenta Raul Renhardt

Marco Ântonio Monteiro da Silva

“Menina dengosa que se diverte e ri ” escreve Marco Ântonio Monteiro da Silva

Álvaro Dias

“Foi aqui, também em Curitiba, que constitui família” diz, Álvaro Dias

“Curitiba é a terra generosa” comenta Aníbal Khury

Rafael Greca de Macedo

“A cidade é uma rua que passa por muitos países” , relata Rafael Greca de Macedo

“Aprendi a amar esta querida cidade”, descreve Luiz Renato Pedroso

Luiz Carlos Borges da Silveira

“Nossa Capital faz sentir o seu destaque” , cita Luiz Carlos Borges da Silveira

Dino Almeida

“Pelo Paraná eu morro, por Curitiba eu mato” , admitia Dino Almeida

Érico da Silva

“Aqui encontrei guarida à um então jovem sonhador” , fala Érico da Silva

“Esta cidade linda, mil versos vão dar”, explana Paulo Hilário Bonametti

Eros Gradówski

“Viver em Curitiba, é senti-la”, comenta Eros Gradówski

Calixto Haquim

“O nosso namoro ficou mais firme”, diz Calixto Haquim

“Nem nasceu como capital”, fala Abílio de Abreu Neto

“Em Curitiba, estudei sempre ao lado da Praça Santos Andrade”, diz Fernando Antonio Miranda

João Batista Brotto

” Perdoe a intimidade ao chamá-la de querida! “, diz João Batista Brotto

Eduardo Virmond

“Curitiba amamenta o amor platônico”, revela Eduardo Rocha Virmond

João José Werbitzk

“Não gostaria de te ver transformada numa São Paulo”, diz João José Werbitzki

“ Curitiba, Capital Ecológica do Brasil”, enaltece Dalio Zippin Filho

” Morar em Curitiba é um privilégio ” diz Inério Bruno Marchesini

Glaucio José de Mio Geara

” Sou da Curitiba das matinês “, relembra Glaucio José de Mio Geara

“A memória é o paraíso do homem.”, fala José Maria Correia

“Em Curitiba isto é comum.”, diz Osmário Zilli

Jorge Carlos Sade

“Curitiba, meu bem querer, um abecedário” , conta Jorge Carlos Sade

Ary Queiroz

“Quero também prestar uma singela homenagem”, conta Ary Queiroz

Werner Egon Schrappe

“O fenômeno curitibano” , comenta Werner Egon Schrappe

Joel Mallucelli

“É uma cidade decorada”, registra Joel Mallucelli

Luiz Geraldo Mazza

“Faço-lhe a corte, Curitiba”, declara Luiz Geraldo Mazza

“Virgem?… talvez, mas não com certeza” escreve João Régis Fassbender Teixeira

Lauro Lobo Alcântara

“Arregacemos as mangas, pois!” , desafia Lauro Lobo Alcântara

“Curitiba que me viu criança” escreve Ivânio Guerra

Miguel Nasser Filho

“Eu sou curitibano por escolha”, descreve Miguel Nasser Filho

Cartas a Curitiba

René Ariel Dotti

“Curitiba, amor primeiro e único”, declara René Ariel Dotti

Nelson Faria de Barros

“Esse amor demais antigo”, declara Nelson Faria de Barros

“Curitiba das lembranças, cores e cheiros”, de Rodolfo Doubeck Filho

José Carlos Gomes Carvalho

” Tudo isto é, simplesmente, Curitiba “, enfatiza José Carlos Gomes Carvalho

Abdo Dib Abage

“Diminuas um pouco o passo!”, sugere Abdo Dib Abage

Ali Feres Messmar

“Tinha ouvido falar numa cidade chamada Curitiba” , escreve Ali Feres Mesmmar

“Curitiba é uma verdadeira síntese do universo municipalista” ,escreve João Cândido da Cunha Pereira

“Aqui vivo e digo. Te amo Curitiba!”, diz José Ábila Filho

Vinícius Coelho

“Que feliz geração – a minha.”, escreve Vinícius Coelho

Alceu Vezozzo Filho

“Curitiba carrega facetas” , diz Alceu Vezozzo Filho

“Sempre te levarei na memória” escreve Walmir Ayala

Fernando Carneiro

“Você sempre se mostrou amiga, quase uma amante”, diz Fernando Carneiro

Nizam Pereira Almeida

“Curitiba me recebeu fria”, cita Nizam Pereira Almeida

“Amo você, Curitiba”, declara Alcyr Ramalho Filho

José Luiz Almeida Tizzot

“Dizem que somos pouco sociáveis”, anota José Luiz Almeida Tizzot

Deco Farracha

“Os lambrequins, é claro, resistem”, revela Deco Farracha