Carregando...

Nélly M. Ceschim

Postado em

As obras de Nélly resultam da harmonia e do sentimento, do equilíbrio e do processo criativo. As formas têm algo a ver com o místico. Ela nasceu em Maracaju- Mato Grosso do Sul, mas reside em Curitiba desde 1950 É autodidata e começou a pintar em 1991

 

Surgiram as primeiras obras, os cursos com Celso Cóppio e Raul Delavy, Érico da Silva, Karimi Abdalla, Allan Hank e Geraldo Leão, no Museu Alfredo Andersen. Desde o início de sua carreira, mereceu medalhas e menções em salões dos quais participou. Nelly é catalogada no Guia Internacional Sermadiras, Paris (16ª edição) e é verbete no Dicionário de Artes Plásticas Brasil, de Julio Louzada. Suas obras estão no acervo permanente do Clube Militar do Rio de Janeiro, na sala vip do Sesi de Dourados e no Museu de Maracaju, em Mato Grosso do Sul,

Nélly pinta em acrílico, texturização e matérias variadas. Usa madeira, pó de mármore, alumínio, papel e colagens.

Desde 1991, participou de exposições individuais. Entre elas; Prelúdio (1996) em Curitiba, Amábili, no mesmo ano, em Dourados – MS, e Landerna, em Curitiba. Em 1998, expôs na Nini Barontini Galeria de Arte.

As exposições coletivas foram muitas. Entre elas, 1° Show de Cultura Sesi, na sala vip de Dourados-MS, lll Expan Nacional Amorc (CTBA) onde foi classificada, e na Nini Barontini Galeria de Arte, em 1996. Em 1997, recebeu Menção Honrosa no XIV Salão do Clube Militar do Rio de Janeiro e expôs na Artestil. No ano seguinte, 1998, no Solar do Rosário, foi classificada na IV Expan Nacional Amorc, no XLVI Salão do Clube Militar do Rio de Janeiro com Medalha de Prata e novamente na Nini Barontini Galeria de Arte, com sucesso.

Em 1999, Nélly foi a São Paulo participar do Salão Internacional Petit Format e do Projeto Brasil Contemporâneo. Em Curitiba, marcou presença na exposição Provopar Panorama de Arte Brasileira e, no Rio de Janeiro, foi classificada no XL Salão do Clube Militar e recebeu Menção Especial de Honra no Salão de Artes Plásticas de Niterói – Rio de Janeiro. E, finalmente, no ano 2000, teve as suas obras no Ministério das Finanças em Paris – França.

Seu currículo se enriquece dia a dia. Atualmente ela se dedica ao tema “O Problema – A Gestação da Solução”, pintando oito telas que estarão expostas no Fertilità – Centro Médico da Mulher.

 

NÉLLY

 

A pintura, para mim, significa um relaxamento, pois esqueço do tempo e dos problemas. Atribuo o meu sucesso à sorte de estar fazendo o que agrada ao público.

Deixo as coisas acontecerem. Vivo o hoje, o ontem, já se foi e amanhã eu não sei o que virá. Então, por que vou me preocupar? Acredito que mais ou menos estamos predestinados na vida, mas podemos mudar o caminho para o bem ou para o mal. Tenho muita fé.

Como artista, nunca pensei o que eu espero do futuro. Acredito que de nada adiantaria traçar metas, porque o ser humano sempre quer mais e mais. Eu deixo as coisas acontecerem. O que eu gostaria de alcançar seria uma perfeição espiritual, procurar melhorar o meu eu.

Sei que tenho Deus dentro de mim, sempre estou de bem com a vida, de bom astral. O que há de ruim, procuro jogar de lado e procurar só as qualidades nas pessoas. Procuro não me lamentar, passo pelos problemas, penso que o que eu tenho que passar, ninguém passará por mim. Sou espírita, talvez seja um dos motivos. Procuro aceitar os problemas, se eu pedi para passar por eles, tenho que os aceitar. Tento estar mais ou menos informada das coisas. Se um neto gosta de futebol, vou aprender sobre futebol para poder conversar com ele. Diversificar os assuntos e aprender nos mantém mais agilizados.

Virada do milênio: o que falta ao ser humano é um pouco mais de humildade. Ninguém mais pensa em Deus. O mundo está muito materializado, as pessoas estão muito ambiciosas. Eu ainda almejo um mundo melhor, aquele mundo de John Lennon, da música Imagine.

Mensagem: é tempo de agir e superar. Olhando para frente e para o alto, haverá tempo para praticarmos os nossos ideais. Sejamos íntegros e autênticos, pois o universo precisa de nossa dedicação. Sejamos objetivos, dinâmicos e convictos, pois assim nada poderá nos deter. Trabalhemos com firmeza, vontade, amor e, principalmente, com humildade; afinal, somos todos iguais.

 

Nélly Ceschim

Rua Manoel Correia de Freitas, 422 82520-080

(041) 262-401 O

Curitiba – PR

194

Enviar por e-mail